Guerra Israel-Líbano

Gostei do editorial de 15/7/2006 dO Estado de São Paulo, sobre o estouro da guerra Israel-Hezbollah (Líbano). Essa é a frase chave do conflito:

É duvidoso, no mínimo, que a rotina das retaliações excessivas tenha contribuído para fortalecer a segurança de Israel. E é incompreensível que uma nação tão pronta a invocar a história demonstre tamanha dificuldade em assimilar as suas lições.

Eu sou israelense, e qualquer opinião minha sobre isso pode ter fortes tendências partidárias, mas essa frase é bem verdade.Estive em Israel a poucas semanas e descobri que não há nenhuma relação diplomática entre os dois paises. Uma pena.As coisas só podem se resolver mesmo numa conversa. Bomba nenhuma jamais resolveu algum assunto. De nenhum lado.

Mas por outro lado, imagino que há pessoas inteligentes tomando essas decisões de retaliação etc. E se o fazem, é porque ou não encontraram outra alternativa, ou proque seu orgulho não as permite sair a procura de caminhos pacíficos.

Orgulho não tem nada a ver com inteligência. As guerras geralmente nascem nas mãos de pessoas muito inteligentes, orgulhosas e poderosas, que sabem (ou acham que sabem) o que querem, são intolerantes (devido ao orgulho) e por que tem o poder de declarar a guerra.

32 thoughts on “Guerra Israel-Líbano

  1. Cara,
    hoje assinei uma petição para dar um apoio a turma do Libano. A galera do Software livre de lá, pede ajuda.

  2. Israel tem todo o direito de atacar o Hizbolah. Trata-se de autodefesa. Mas não pode liquidar com o Líbano por conta. Israel quer destruir o Hizbolah, mas irá provocar uma catastrofe humanitária. Isto tem nome: crime de guerra. Mas tenho pena dos libaneses, vítima da loucura dos próprios compatriotas. O Hizbolah está destruindo o Líbano com sua insensatez. Qual o interesse do Líbano em prender soldados israelenses? Depois da desocupação da zona sul de Líbano por Barak, há anos, a luta do Hizbolah perdeu o sentido. Mas continuam com a loucura. Pura burrice. Os cristãos e sunitas libaneses estão putos com o Hizbolah, mas não podem fazer nada. A causa palestina é só um pretexto para o fascismo islâmico.

  3. As guerras movem fronteiras, reorganizam tratados, e fazem as pessoas repensarem seus orgulhos e o que é importante para elas.

    A longo prazo, costumo pensar que todos os males vem para o bem.

    Tenho fé em uma inteligência superior e que ela escreve certo por linhas tortas. Da mesma forma que uma célula do meu corpo não entende os meus atos por completo, e talvez nem tem conciência deles; nós como indivíduos não entendemos os atos do todo que nos contém e de que fazemos parte.

  4. As pessoas que tentam justificar os ataques de Israel deveriam ler mais sobre o assunto. A guerra é econômica com fatores geo-políticos. Nada tem a ver com religião. O Petróleo é dos árabes e os EUA e Israel tem de aceitar isto e deixá-los viver em paz.

  5. infelismente israel sobrevive destes os tempos medievais sobre constantes guérras.quandi israel saiu da térras do egito no velho testamento biblico.teve que enfrentar duas guérras para ter a térra que mana leite e mel,o que o povo do resto do mundo não sabe é que pelas profissias biblicas,ninguem derrotara a israel.porem é um pais odiado.porque o povo de israel foi levantado por Deus ou seja jeová. o ultimo a tentar derrotar a israel ,sera o falço messias que esta para aparecer em breve com uma falça paz,e sera aclamado por conseguir paz enre o povo de israel eas outras naçoes porem este falço messias vai depois se levantar contra israel com quse todos os povos que hoje são contra israel.até mesmo a russia que na biblia é descrita como gogue e magogue.quando israel estiver perdido sem saber o que faser aparecera o verdadeiro messias que é o senhor jesus cristo o qual eles rejeitaram.eos salvara.ai eles conherão o messias o qual eles rejeitaram

  6. pra min ninguem tem direito de matar ou atacar ninguem deveriam viver em paz sem guerra mais como eles são iguinorantes mata um deles eles querem matar dez do outro lado então praticamente essa guerra numca vai acabar …

  7. Eu acho que as guerras nunca resolverão problemas ela sempre trarão mais problemas,quem sofre as consequencias das guerras são os sivis,porque morrem sem ter nada a ver com os problemas dos governos ,eles fazem as guerras porque eles não sofrem as consequencias,eles continuam ter fartura na mesa deles,são homens que não tem coração,não tem sentimento nenhum,frios,Não se incomodão de matar mulheres e crianças,para satisfazer,a vaidade deles.
    eu sou a favor da democracia,do dialogo,da união das nações,seria melhor a vida para todo mundo.

  8. A GUERRA NÃO LEVA NINGUÊ A LUGAR NEM UM, POIS O QUE ACONTECE E SOMENTE MORTE DE INOCENTES NO QUAL NÃO TEM NADA A VER COM A POLITICA OU A GEOPOLITICA POR ISSO SOU A FAVOR DE UM BOM DIALAGO PARA QUE TUDO SE RESSOLVER ENTRE OS DOIS PAISES PARA NÃO AFUNDAR NEM UM DOS DOIS PRINCIPALMENTE O LIBANO NO QUAL NÃO TEM UMA ECONOMIA MUITO BOA.

  9. A ONU juntamente com outros paises deveriam tomar uma decisao arrespeito desse vechame que so esta acontecendo por falta de autoridade.A subordinaçao aos EUA enfraqueceu muito a ONU orgao este cotrolado indiscutivelente peo poderio armamentista americano.

  10. É muito fácil dizer que a ONU deveria tomar uma atitude.

    Qual atitude a ONU deveria tomar ?

    Sabe, imagino que devem haver pessoas inteligentíssimas na ONU, no Hezbollah, em Israel etc, só pensando em como resolver este conflito.

    Se eles chegaram a fazer uma guerra, é porque realmente não encontraram outra saida. E ninguém gosta de guerra. Se ela continua é porque ambos os lados estão irredutiveis.

    Agora, quem tem razão !?

    Quando alguém conseguir responder a esta pergunta, talvez estejamos mais próximos de conseguir começar a imginar qual atitude alguém poderia tomar. Não que ela vá surtir algum efeito. Mas pelo menos será uma idéia de atitude, coisa que hoje ainda não se tem.

  11. eu sou filho de arabe meu pai e libanes minha mae e da siria.nunca me falaram mal dos judeus sempre me encinaram a adorar o proximo meus pais sempre nos encinou a amar a todos e a ser honetos educado enfim tudo de bom.e eu nasci e cresci vendo noticias do conflito libano e israel,eu faço uma pergunta pelo amor de deus que terra santa cheia de guerras todos os dias ,eu nao aguento mais ouvir libano e israel. sera que vale a pena esta guerra besta cade as familhas, como se vive deste jeito. me desculpe se ofendi algum ignorante.

  12. GOSTARIA MUITO DE PODER FAZER MINHA CONTRIBUICAO DE DONATIVOS MAS COMO VOU SABER SE REALMENTE VAI CHEGAR AO DESTINO CERTO?

  13. Infelizmente o ser humano tem ambição e competitividade excessivos,… estes quase sempre no poder. Por outro lado, temos dois povos extremamente religiosos, cada um achando que é melhor que o outro mesmo que digam que não.
    Não adianta, a realidade é que somos animais predadores que de uma forma ou outra quer engolir os mais fracos. “Faço porque posso”
    Se a terra fosse uma laranja o homem é aquele fungo verdinho que está apodrecendo a fruta.

  14. Não é só a guerra do oriete médio que mata. Más pela professia de Deus, o que não morrer pela espada;como a guerra, o terrorismo, o trafego de drogas, e entre outros, morrerá pela pestilência;como por exemplo o que acontece na Etiópia e outros paises. O que não morrer pela pestilêcia, morrerá pelas castastrófes; como acidentes não explicados, tempestades e outros tipos de revoltas da natureza.
    Más quem estiver em conexão com Deus;pode ter serteza que nada lhe acontecerá.

  15. na minha opinião o territorio Judeu é do sinai até siria salvo a jordania basedo na promessa de Deus ao povo de Israel no velho testamento

    Isaias

  16. A guerra Israel x Líbano é na verdade um conflito localizado entre todas as tentativas dos árabes de acabar com a nação de Israel e exterminar todo o povo judeu. O ódio do Islã contra Israel é bem conhecido e já foi extensamente comentado até mesmo por muçulmanos notórios. O fato é que a exigência dos “Palestinos” por uma certa extensão de terra, pelo direito de criar um Estado Palestino e, acima de tudo, pelo direito ao domínio sobre Jerusalém não passam de balela. Para começar, não existe um povo Palestino, nem nunca existiu. Esses que se dizem Palestinos são, na verdade, um grupo que foi abandonado por seu compatriotas, principalmente a Síria, no final da guerra dos 6 dias. Eles foram abandonados quando seu povo se retirou às pressas do recém criado Estado de Israel, após uma guerra vergonhosa para eles e que de tão espetacular, só pode ter sido vencida por Israel graças a uma intervenção divina. Esses abandonados tornaram-se refugiados e foram acolhidos por Israel e tratados como concidadãos, como está especificado na Torá. Os árabes não têm direito histórico algum sobre as terras que hoje ocupam e que foram cedidas por Israel na tentativa de aplacar a cólera deles. Israel, ao contrário, há mais de 4000 anos ganhou o direito sobre essa terra, primeiramente pela promessa de Deus, e depois pelas inúmeras vitórias em várias guerras. Os judeus só não mantiveram o domínio sobre a terra durante poucos períodos na história em que foram dominados por outros povos, mesmo assim, após o período de dominação, sempre voltaram a habitar naquela mesma terra, como aconteceu e tem acontecido desde 1948.
    Se quiserem mais informações, vejam os sites Beth-Shalom ou Olhar Profético. Para aqueles que dominam a lingua inglesa, existem muitos outros sites sobre o assunto, como Prohecy News Watch, Jerusalem News Wire e outros.

  17. O Estado Judeu é sionista/racista.A desunião do povo árabe, que ainda vive no tempo tribal, torna-se presa fácil aos ataques sionistas. O povo árabe é como elefante – não sabe a força que tem. Lamentavelmente, as lutas intestinais do povo árabe, devido à ortodoxia, está caminhando cada vez mais para o fundo do poço, pois quando a ortodoxia avança a intolerância se instala.

  18. Ainda bem q temos o hizbollah para cuidar do libano…Israel esta acabando com a palestina e quer todo o oriente medio..foooooorrrrrrrrrççççççççççça hizbollah

  19. queridos essa guerra israel e arabes não é uma guerra qualquer pois nisso esta em jogo o Deus de Abraão Iasaque e Jacó que ama os judeus e Maomé dos Arabes que odeia os judeus enisso os judeus afirmão que aterra os pertense eo Arabes tambem bom não sou Judeu nem ARABE MAIS SE LERMOS ABIBLIA NÓS IREMOS VER QUE NUNCA OUVE UM POVO PALESTINO OS QUE Abraão era caldeu e aterra que Deus prometera au seu povo se chamava canaã pois era abitada por cananeus e depois as deu para oseu povo da dencedencia de Abraão mais os arabes se disem os filhos legitimos porque eles são dencedente Esmael só que á promessade Deus para Abraão era com a sus mulher sara e não agá se observarmos á estoria os Iraelitas são os verdadeiros erdeiros essa coisa que disem que existe um povo palestino não passa de mentira entecional aterra se chamava canaã e Deus deu a ceu povo que oje são os judeus se observarmos qual é a proposta de paz que o mundo o ferece a Israel eles exigem mais terra eles não querem só as terras mais sim varrer Israel do mapa como é pregado em teve e radia livrenos mundos arabes mais á existencia de Israel esta ligado a entegridade de DEUS e pode ter a sertesa que o propio Deus não ira permitir issopois em Geremias 30.V 7 DIS QUENAQUELE DIA É TÃO GRANDE DE QUE NÃO HOUVE OUTRO SEMELHANTE E ETEMPO DE ANGUSTIA PARA JACÓ MAIS ELE PORÉM SERÁ LIVRADO DELA MORO NUM PAIS LIVRE POIS ESSE ÉO MEU ENTEDIMENTO OBGIGADO

  20. queridos essa guerra israel e arabes não é uma guerra qualquer pois nisso esta em jogo o Deus de Abraão Iasaque e Jacó que ama os judeus e Maomé dos Arabes que odeia os judeus! enisso os judeus afirmão que aterra os pertense eos Arabes tambem .bom não sou Judeu nem ARABE MAIS SE LERMOS ABIBLIA NÓS IREMOS VER QUE NUNCA OUVE UM POVO PALESTINO .porque Abraão era caldeu e aterra que Deus prometera au seu povo se chamava canaã pois era abitada por cananeus e depois as deu para o SEU povo da dencedencia de Abraão mais os arabes se disem os filhos legitimos porque eles são dencedente DE ISMAEL só que á promessa de Deus para Abraão era com a sus mulher sará e não agá se observarmos á estoria os Iraelitas são os verdadeiros erdeiros dessas teras. eles disem que existe um povo palestino não passa de mentira entecional aterra se chamava canaã e Deus deu a ceu povo que oje são os judeus se observarmos qual é a proposta de paz que o mundo o ferece a Israel eles exigem mais terra eles não querem só as terras mais sim varrer Israel do mapa como é pregado em teve e radia livre no mundos arabes mais á existencia de Israel esta ligado a entegridade de DEUS e pode ter a sertesa que o propio Deus não ira permitir isso pois em Geremias 30.V 7 DIS que NAQUELE DIA É TÃO GRANDE DE QUE NÃO HOUVE OUTRO SEMELHANTE E ETEMPO DE ANGUSTIA PARA JACÓ MAIS ELE PORÉM SERÁ LIVRADO DELA! . MORO NUM PAIS LIVRE POIS ESSE ÉO MEU ENTEDIMENTO OBGIGADO

  21. SRAEL, ESTADO TERRORISTA QUE COMETER GENOCÍDIO.

    Como parte da cobertura do aniversario da criação de Israel e da palestina
    NAKBA historiador israelense PROF. ILLAN PAPPE reflete sobre os
    acontecimentos de 1948 e como elas levaram a 60 anos de divisão entre
    os israelitas e os palestinos.
    Entre fevereiro de 1948 o exercito israelita sistematicamente ocupando
    a palestina e aldeias e cidades, expulsaram pela força a
    população e, na maioria dos casos, também destruíram as casas, seus
    pertences saqueados e assumiu as suas posses matérias e culturais.
    Esta foi à limpeza étnica da palestina.
    Durante a limpeza étnica sempre houve resistência por parte da
    população o resultado foi massacre. Temos mais de 30 anos de tais
    massacres onde alguns milhares de palestinos foram massacrados pelas
    forças israelitas ao longo de todo o funcionamento da limpeza étnica.
    A comunidade internacional tinha conhecimento da limpeza étnica , mas
    a comunidade internacional, especialmente no ocidente, decidiu não se
    confrontar com o chefe da comunidade judaica na palestina após o
    HOLOCAUSTO.
    E, por isso, havia uma espécie de conspiração do silêncio e, de novo
    a comunidade internacional não reagiu e foi complacente e isso foi
    muito importante para os israelitas, porque lhes mostrou que eles
    possam adaptar como um estado ideologia étnica e de pureza étnica.
    A arte de qualquer operação de limpeza étnica não é apenas a limpeza
    da população e expulsando –oda terra . Uma parte muito
    característica de limpeza étnica está apagando as pessoas da historia.
    Para a limpeza étnica de ser um instrumento eficaz e bem sucedido
    operação que você também tem que limpe as pessoas da memória e os
    israelenses são muito boas a ela. Eles fizeram isso de duas maneiras.
    Eles construíram ao longo dos colonatos judeus expulsos e aldeias
    palestinas que muitas vezes lhes deu os nomes que refletiu o nome
    palestinianos uma espécie de testemunho para os palestinianos de que
    este é agora totalmente nas mãos de Israel e não há nenhuma chance mo
    mundo da interposição do relógio para trás.

    MOVIMENTOS DOS DIREITOS HUMANOS INTERNACIONALREPASSE ESSE E-mail PARA QUE UM MAIOR NÚMEROS DE PESSOAS FIQUE
    SABENDO DESSES ABSURDOS.

    Prof. ILLAN PAPPE- Israelense historiador

Leave a Reply

Your email address will not be published.