Cinema Europeu

Cinema europeu, ou não-só-americano, é legal. Os melhores filmes que já vi não são americanos: Excêntrica Família de Antônia, Gato Preto, Gata Branca, O Abraço Partido, Felicidade (que é americano, mas de uma facção alternativa) e outros.

Mas quando vem coisa ruim, é de lascar. É quase arriscado assistir um filme europeu, porque é altíssima a chance de não prestar. Por isso cinema americano-popular dá certo: você vai com certeza pelo menos se divertir, mesmo que o filme não toque o âmago do seu ser.

Outro dia a Tati me levou para assistir A Leste de Bucareste.

  • — Tati, tem certeza que quer assistir esse filme romeno ?
  • — Sim. Você tem que largar mão de só assistir filmes blockbuster.
  • — Bom, é só “para não dizer que não falei das flores”.

Filme ruim de doer, mas o veredito dela foi “ah, bonitinho vai”.

Sabe quando sua sobrinha de 3 anos te dá um rabisco feito com lápis-de-cor? Você pendura na geladeira, mostra pros amigos e tal. É bonitinho porque foi ela quem deu. Mas aquilo não é arte nem nada, afinal ela só tem 3 anos e está aprendendo a manusear lápis.

É a mesma coisa com esses filmes alternativos ruins. Na maioria dos casos, poupe-me, por favor.

11 thoughts on “Cinema Europeu

  1. Avi, acho que qualquer filme ruim é triste, independente do país de origem. Infelizmente só existe uma maneira de saber se aquele filminho presta ou não: é assistindo. Veja pelo lado bom, se o filme for ruim, aproveita a companhia 😉

  2. Claro Evandro. Sempre tentamos tirar alguma coisa, mesmo dos filmes ruins.

    Era só pra reforçar que é maior a chance de um filme não-americano ser ruim. Infelizmente ainda.

  3. Alto lá! Eu ainda acho melhor ter algumas surpresas ruins do que ver 10.000 vezes o mesmo filme com pouquíssimas variações. O cinema americano (pelo menos este de blockbuster) ousa muito pouco! E o filme é meigo: os personagens são todos ternos, todos humanos. O filme também. Ele retrata gente, retrata um país, retrata um momento histórico e o gênero humano.
    Como se isso não bastasse, o meu Tio Neca adorou! Esse cara sim, entende de cinema…
    By the way, “A leste de Bucareste” ganhou a Câmera de Ouro em Cannes (2006). Olha só porque: http://www.omelete.com.br/cine/100004616/A_leste_de_Bucareste.aspx

  4. Oi! Sua amiga pensa e comete o mesmo erro do Cinema Novo Brasileiro. Cinema e livros são coisas distintas, filosofia, psicologia…são para literatura. Cinema é imagem, diversão…Por isso que os filmes Americanos fazem tanto sucesso, não podemos pensar que o mundo está errado, tem mau gosto, e nós, Brasileiros,ditos intelectuais, que estão certos.Infelizmente os Europeus estão no mesmo erro que já cometemos orgulhosos, quando do Cinema Novo. Tchauuu!!

  5. Caro Avi. Preciso encontrar um filme,ñ sei o nome, e nem dos atores.Só lembro da historia. É possivel encontra´lo?

  6. É, realmente a Tati tem razão, vc não entende nada de cinema Europeu, continue vendo velozes e furiosos e lara komb’s da vida que vc vai ficar com uma cultura cinéfila maravilhosa. Coitado do Felini, Truffaut, Bergman, Herzog e outros!!!aahahahahah!!!!.
    Mostre para a Tati que ela vai me dar razão e nunca mais vai te convidar para ir ao cinema.
    Abraços.

  7. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
    essssssssseeeeeeeeeeeeeeeeeee filmeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee éeeeeeeeeeeeee lindoooooooooooooooooooo
    ameiiiiiiiiiiiiiiiii
    teeeeeeeeeee amooooooooo ddddddddddd+++++++++++++++++++ Nilmarrrrrrrrrrrrrrrrrr
    dessssssssssssssssssssssssssssssssssssssaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  8. Cala boca cara você só falou merda, mais um idiota achando que só em Hollywood tem filmes boms ¬¬

  9. VOCÊ DEVERIA ASSISTIR MAIS FILMES EUROPEUS PARA SAIR UM POUCO DESTA MENTIRADA AMERICANA EM QUE O MOCINHO NUNCA MORRE NO FINAL !!
    E FELIZES PARA SEMPRE !
    ISSO NÃO EXISTE !!
    SAI DESSA ENCARE A REALIDADE !!!
    ASSISTA OS FILMES EUROPEUS E PROCURE ENTENDE-LOS PELO MENOS !!

Leave a Reply

Your email address will not be published.