Meu Mapa Astral


Meu mapa astralEste é meu mapa astral, com a interpretação de alguns aspectos que um astrólogo me enviou. É claro que só coloquei aqui coisas positivas.

Sol em Sagitário e Lua em Áries

Você é um pioneiro, sua Lua em Áries transforma-o em uma pessoa destemida e seu Sol em Sagitário, em um filósofo. Ambos darão a você muito dinamismo, desejos intensos e uma grande capacidade de liderança sobre as pessoas. Apesar da sua grande ambição e vaidade, poderá ser capaz de trabalhar para o bem comum, mas com uma condição: estar sempre à frente dos movimentos. Existe um interesse pelos desvalidos e tem noção da posição das outras pessoas, mas procurará não se sacrificar de forma nenhuma. Nesta vida você será um esplêndido administrador e organizador de grandes ou pequenos eventos ou empreendimentos, quando consegue ter as rédeas na mão e controlar os destinos das pessoas ao seu redor. No amor é muito sincero e ardente, aplicando seus ideais aos assuntos do cotidiano e conseguindo assim ser um namorado satisfatório. Mas nunca se esqueça que você gosta das coisas ao seu jeito e deverá como disciplina de vida, aprender a ceder. Este ceder não é fazer as coisas dentro de 90% do que você quer e 10% do jeito que as outras pessoas desejam, é procurar ver realmente o ponto de vista da outra pessoa e num esforço de vontade, ter absoluta certeza que seu método é melhor. Caso contrário você poderá sempre comer verde pela ânsia de fazer tudo do seu jeito e, ainda, não aprender coisas novas, novos pontos de vista, novas técnicas. Não se esqueça que as grandes descobertas sempre partiram da união de várias técnicas e pontos de vista. Você é intensamente honrado e não se afastará nunca da verdade ou do direito conforme você o entende. É um idealista prático e sabe como viver no mundo tal como ele é, sem renunciar às suas teorias de conduta adequada.

No seu interior não existe nenhum interesse em enganar ou ludibriar os outros, preferindo agir sempre corretamente. Os outros têm muita dificuldade para enganá-lo pois você tem excelente poder mental. Sabe exatamente o que quer até o último detalhe e consegue desenvolver intrincados padrões de pensamento e de ação com a maior facilidade. Em política, no governo, no direito e no sacerdócio — em qualquer profissão ativa — você é imbatível. Não existe altura que você não possa atingir. Seu maior interesse está no mundo à sua volta, na sua carreira e no seu progresso pessoal e sua vitalidade e forças são tão grandes que provavelmente atingirá todos os seus objetivos. Mas cuidado para não ir além de suas possibilidades. Vá em frente, resolva os pesados aspectos que poderão segurá-lo, não se esqueça que você é o tipo de pessoas, cuja integridade e força, podem ser de grande benefício para a humanidade.

Ascendente em Sagitário

Seu maior trunfo é a capacidade de ver o conjunto de qualquer situação sem ter que começar a ver todos os detalhes. Sua perspectiva animadora é uma verdadeira alegria para as pessoas que o cercam.

Seu dom de comunicação é capaz de resumir em poucas palavras as milhares de preocupações que confundem a mente inferior. Você é muito hábil em chegar ao cerne da questão e encontrar formas engenhosas de expressar-se. Mas podemos observar que se você viver em identificação com a impessoalidade do momento, abandonando sua intuição e a comunhão interna, fica uma presa fácil dos exageros, devido a atração por todas as formas de abundância da vida. Sua concentração se torna curta e assim seus interesses mudam antes de começarem a render os dividendos da satisfação. Como os ventos mutáveis de um incêndio na floresta, você parece soprar em muitas direções ao mesmo tempo, e seu entusiasmo não resiste a repetidas frustrações que obscurecem o seu dom de visão.

Aprender a dizer não pode ser uma grande vantagem para seu próprio conforto, pois ao dizer sempre sim, você está criando fatores de pressão sobre si e poderá prometer mais que pode cumprir e com isto ganhar fama não cumpridor das obrigações ou das promessas, além de ficar muitas vezes com o problema dos outros — de graça! Aprender a ir fundo nas coisas é um grande desafio para você que normalmente só toca na superfície e assim fica com dificuldades de lançar a âncora em suas atividades estabilizando-as. Assim perdem-se o valor e o significado da vida quase com a mesma rapidez com que foram encontrados. Você pode ser dos sete instrumentos sem nunca chegar a sentir de fato a satisfação que qualquer um deles pode proporcionar. (O casamento e todas as outras situações restritivas são difíceis de suportar. Quanto mais você vê o mundo externo, mais desassossegado fica. E, em última análise, acaba sendo possuído pela tremenda sede de viver e de experimentar.

Resumo do Karma de Vidas Passadas

Refirindo-se à Entidade que nesta vida se chama Avi mas já viveu muitas outras vidas e já possuiu vários nomes. Aqui estamos nos referindo ao Ser que reencarna

A Entidade escolheu para esta vida a estabilidade e sair da suas indecisões do passado e finalmente ser responsável pela sua vida. Como passou vidas e vidas em total dispersão, resolveu coordenar todas as suas ações e seus pensamentos visando a um só objetivo: Progredir, crescer, evoluir. Mas algo a apavora muito: perder sua liberdade.

A Entidade foi brilhante e mostrava grande habilidade em mudar repentinamente de opinião, cuidava bem de não jogar tudo numa só cartada. Só expunha um lado da sua dualidade podendo corrigir quando algo não saia como ela queria. Seduzia, prometia mas depois se esquivava se lhe pedissem para se comprometer a fundo. Muito flexível, muito inteligente, adaptava-se a tudo. Mas essa personagem inconstante, inatingível como uma coluna de ar, era uma pedra que rola e rola sem nunca criar musgo.

Na primeira parte desta vida a Entidade ainda se sentirá influenciada por estas características do passado. Aceitando convites e tarefas das mais variadas ao mesmo tempo e se reservando o direito de, na última hora,não atender àqueles que não atendiam aos seus interesses, desmarcando-os. Fazia corte a várias mulheres e quando aproximava-se de algum tipo de compromisso, pulava fora, não se comprometendo com ninguém. Quando casada, só comprometia a metade de sua personalidade no casamento.

No trabalho esse medo enorme de se comprometer criava grande instabilidade profissional: a Entidade passava de uma profissão para outra, mudando quando ficava farta. Seu gosto era de fazer pequenos trabalhos, que lhe rendiam toda a liberdade do que se aprisionar a uma carreira de verdade. Mas a idade de Júpiter (regente do seu Mapa) entre os 35-40anos, após ter viajado muito, tendo acumulado uma enorme experiência sobre os povos mais diversos e sobre as mais variadas técnicas, sentirá vontade de se dedicar totalmente a alguma coisa. Sairá de sua indecisão e utilizará então positivamente seus brilhantes dons e seu talento para a comunicação e para o ensino. Adquiriu, no passado, tão grande inteligência das situações, que vê sempre o dois lados de uma questão, de uma circunstância, de um ser humano. Tem o gênio das negociações e do comércio e terá sucesso com certeza. A Entidade será muito apreciada pela sua maneira versátil e de dar sempre um jeitinho em tudo, sabendo sair de uma encrenca como ninguém. Ainda exibe uma jovialidade muito grande e é capaz de aliviar tensos ambientes com sua grande capacidade de comunicação espalhando alegria em torno de si. Tem a tendência a viver sobrecarregada com muitas coisas para fazer e com muita gente em volta.

Mas saberá com a idade organizar seu tempo. A Grande Missão escolhida é a de se engajar num serviço de um ser ou de uma causa, a lealdade e a busca espiritual. Esta foi muito negligenciada, pois estava muito preocupada em adquirir conhecimentos e mais conhecimentos intelectuais e experiências práticas.

Na primeira parte desta vida dirão “ela é boa para tudo sem servir para nada”. Mas na segunda parte desta sua vida, os seus parentes dirão: enfim encontrou seu caminho!

44 comments on “Meu Mapa Astral

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>