Feel Good


Feel GoodConheci a uns meses atrás o chá verde Feel Good.

Hoje acho que é a melhor bebida gelada que se vende por ai. É levíssimo, sem açúcar e tem um sabor inusitado.

Na Ásia Central toma-se isso — mas em versão quente — o tempo todo e em todas as refeições. Quando adicionavam lima (que no resto do mundo é conhecido como lemon) o sabor ficava igual ao Feel Good. Bem bom.

Agora que voltei ao Brasil, vi que lançaram mais um sabor, o de laranja com gengibre. Não demorei para provar e é bom também, mas prefiro o tradicional com seu sabor, assim, tipo, pitoresco.

Tem também o de soja, mas não sou muito chegado e nunca provei.

Não é em todo restaurante que se acha o Feel Good. Mas se tiver a oportunidade, eu recomendo provar.

14 thoughts on “Feel Good

  1. Aqui no Japão chá verde é como água. Muita gente leva garrafinhas de chá ao invés de água mineral, restaurantes servem chá gratuitamente e com certeza é a bebida mais vendida nas máquinas de venda automática. Mas é chá puro, bem amargo, acho que diferente desse aí.

  2. Ontem fui no dentista e, por coincidência, ele comentou de uma cliente dele que ficou um ano na indonésia. Ela voltou com vários dentes manchados. Segundo ele pode ter sido pelo consumo excessivo de chá verde. É bom pesquisar mais o assunto…

  3. O Feel Good era bom quando tinha açúcar. E digo isso como consumidor profissional de chá verde e praticante de cerimônia do chá. Claro que chá verde adoçado é uma abominação imperdoável, comparável talvez à adoçar chimarrão, mas pelo menos o Feel Good com açúcar era gostosinho. Infelizmente a Matte Leão inventou um troço horrível — eles chamam de chá verde mas eu tenho certeza que é água suja de tanque — a Matte Leão inventou esse troço horrível e, ao invés de tentar vender por ser gostoso (não é), fizeram marketing dizendo que era “saudável”. O velho truque de vender coisas ruins falando que não engorda! Aí a Wow decidiu imitar e trocou o açúcar do Feel Good por adoçante. A única coisa pior que chá com açúcar é chá com adoçante.

    O único chá pronto que tolero esses dias é o Lipton, mas mesmo assim só se não tiver nada melhor. Bom mesmo é fazer em casa! Pra chá preto, um Twinnings ou Earl Gray; sencha/bancha o Yamamotoyama é barato e funciona; genmaicha, qualquer marca importada (as brasileiras põe arroz demais, não tem gosto). Faça um litro, deixe esfriar, bote na geladeira, encha duas garrafinhas de Gatorade e boa. Fica infinitamente superior à qualquer chá pronto disponível no Brasil, e o custo-benefício ainda ganha. Só não vá usar chá de saquinho…

  4. Boiko, sempre que a Tati volta da França ela compra a granel alguns chás Mariage frères que é espetacular.

    Eles tem as mãnhas de misturar as especiarias.

    Num mercado na China nos arriscamos a misturar cardamomo, canela, cravo, anis, etc mais chá comum, e trouxemos num saco. Aqui essas especiarias são mais difíceis de encontrar.

    De fato o chá feito em casa com folhas de verdade é melhor. Tenho amigos que substituem completamente a água que beberiam por chá.

  5. O chá verde da Feel Good é realmente muito gostoso… Saiu até na revista Veja que esses chás prontos fazem bem à saúde, mas é necessário ingerir uma quantidade maior para se ter os mesmos benefícios do chá verde natural… Para o chá verde da Feel Good a quantidade é de 5 xícaras e para o da Matte Leão, 10 xícaras. A Feel Good tem também o Chá Branco, que é muito bom!! Eu recomendo!!

  6. GOSTARIA DE PARABENIZÁ-LOS POR ESSE PRODUTO.
    VENHO ADQUIRINDO OS CHAS (INCLUSIVE DE INVERNO).
    SÃO MUITO SABOROSOS.

  7. Eu bebo sempre q posso e q lembro o chá verde… Consumo mais o Feel Godd… sabendo q bom mesmo é o natural de saquinho ou a própria erva verde, mas a minha reação era mto forte, o amargo do cha verde, travava além da boca a cabeça na região da testa, doia não sei explicar uma sensação horrível… mas como faz bem eu tomo assim mesmo…

Leave a Reply

Your email address will not be published.