Como “Cloudificar” seu Datacenter Atual

Os gerentes de infra-estrutura de TI de hoje em dia tem um novo concorrente inesperado: as Clouds Públicas.

Ele investiu nos últimos anos em energia, rede e computadores de alta qualidade para ver seus usuários internos acabarem preferindo as Clouds Públicas por serem mais ágeis, elásticas e com modelo de cobrança mais preciso (paga só se usar).

Caro Gerente de TI, você precisa saber que você pode “cloudificar” seu datacenter atual e entregar infra-estrutura aos seus usuários da mesma forma, só que com mais controle e naturalmente integrada aos sistemas legados.

Sua infra terá todas as características de uma Cloud:

  1. Instantâneo e self-service ➡ o usuário não precisa tramitar nem negociar com ninguém quando precisa adquirir infra-estrutura, ele acessa um portal, seleciona o que quer e em minutos está pronto para usar. A conta exata chega no final do mês.
  2. Elástico ➡ se acabou de usar a infra ele devolve e pára de ser cobrado na hora, se precisa de mais storage ou poder computacional também pode obter na hora, muitas vezes sem passar por indisponibilidades.
  3. A infra-estrutura pode ser manipulada por programas e aplicativos do usuário ➡ o usuário pode comandar automaticamente aumento ou diminuição do storage ou poder computacional, por exemplo. Seu datacenter terá uma API.

A tecnologia para tornar isso uma realidade já existe e se chama OpenStack. Eu considero-o o sistema operacional do datacenter. Para entender essa analogia, observe como você usa seu computador: você não se preocupa com RAM, storage ou pixels na tela; seu Mac OS, Linux ou Windows abstraem isso para você. Da mesma forma como o OpenStack abstrai as operações de rede, storage e máquinas para prover uma experiência integrada.

Com o OpenStack/Cloud Orchestrator, se seu datacenter fosse uma cozinha, você focaria mais em manter um cardápio consistente e de sucesso. E menos em quebrar a cabeça para montar os pratos malucos que seus clientes pedem diferente todos os dias. Se fosse uma cozinha, seria a de um restaurante, com processos e padronização. Mas hoje seu datacenter provavelmente opera como uma cozinha caseira: de forma manual e artesanal.

Cloudificar seu datacenter traz os seguintes benefícios:

  1. Sua equipe gastará menos tempo com tarefas repetitivas do dia a dia.
  2. Sua equipe passará a enxergar seus datacenters como organismos vivos completos, onde tarefas operacionais acontecem quase que automaticamente.
  3. Você poderá eliminar os silos entre as equipes de storage, redes e computadores. Também precisará de número reduzido de gerentes de projetos para coordenar o trabalho entre eles.
  4. Seus clientes internos terão um serviço mais rápido, padronizado, seguro, sob medida, barato e consistente.

Os datacenter evoluiram. “Cloudificar” seu datacenter privado atual é sua missão de infra-estrutura mais urgente hoje, para você se manter atualizado e em forma para as crescentes demandas de TI de seus clientes internos.

Publicado também no LinkedIn

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>