IBM e OpenDocument Format

A IBM apóia o uso de OpenDocument Format – o padrão aberto para documentos de escritório, e o formato usado pela suite OpenOffice.org, KOffice, Corel WordPerfect Office, e outros.

Estamos num processo interno gradativo de migração para ODF, e falamos da importância disso com governos e clientes, globalmente. Nossos produtos suportam ODF no sentido de consumir e gerar documentos nesse formato.

Uma das vozes mais conhecidas é o blog do Bob Sutor, executivo de padrões da IBM que dá muito foco para ODF. Aqui no Brasil temos o Cezar Taurion, eu e outros fazendo esse papel.

E finalmente vimos o Brasil tomando a liderança na América Latina, recomendando o uso de ODF como formato preferido para documentos do governo.

Semana passada divulgamos o seguinte press release:

Brasil incentiva a utilização do formato OpenDocument

Aliança ODF também é reconhecida por países da Europa e Ásia

São Paulo, 13 de dezembro de 2006 — A OpenDocument Format Alliance (Aliança ODF), que reúne grande número de organizações, instituições acadêmicas e representantes da indústria com o objetivo de melhorar o acesso aos documentos eletrônicos de governo, elogiou a decisão do Brasil de recomendar a ODF como o formato preferido do governo. A Aliança também parabenizou a decisão da Índia de usar a ODF em um grande órgão do governo estadual e a decisão unânime da Itália de reconhecer a ODF como padrão nacional.

A Aliança ODF expressou, ainda, seu apoio à predisposição da China, Coréia e Japão de requerer um “formato de documento internacional e baseado em padrões abertos”, além de reuniões de planejamento de TI e fonte aberta celebradas em forma conjunta anualmente pelos governos dos três países. A Polônia também foi elogiada por demonstrar sério interesse na adoção da ODF após uma reunião nacional celebrada para seu governo com grande número de participantes da indústria e organizações sem fins lucrativos.

Com a publicação da versão 2.0 do e-Ping Interoperability Framework, o Brasil se transforma no primeiro país da América do Sul que recomenda oficialmente a ODF. O quadro estabelece que todos os arquivos .xls, .doc e .ppt se encontram em transição, ou seja, que já não cumprem com suas políticas técnicas, e que a ODF é agora o formato recomendado oficialmente pelo governo do Brasil. O Instituto Nacional de Tecnologia e Informática, o Ministério da Defesa e o Governo do Estado do Paraná, no Brasil, são membros da Aliança ODF.

“2006 acaba de maneira tão auspiciosa como começou, com legiões de governos no mundo inteiro expressando verdadeiro apoio à ODF”, disse Marino Marcich, Diretor Executivo da Aliança ODF. “Parabenizamos o Brasil, a Índia, a Itália, o Japão, a Coréia, a China e a Polônia por reconhecerem a ODF, cada país a seu modo, e estamos ansiosos por ver o impulso contínuo deste movimento no ano que vem.”

Na Índia, o governo ordenou usar arquivos ODF para o escritório de impostos comerciais do governo estadual de Delhi. Além disso, a Itália se une a países como a Malásia, que têm a intenção de reconhecer a ODF como padrão nacional (consultar www.uninfo.polito.it), enquanto o Japão, a Coréia do Sul e a China pensam em usar exclusivamente formatos de documentos internacionais e baseados em padrões abertos como a ODF para reuniões celebradas por seus diretores gerais de Tecnologia e Informática, a fim de debater e promover o software de fonte aberta.

A Aliança tem crescido a mais de 400 membros em mais de 40 países, mostrando um impulso sustentado para o formato de arquivo aberto em nível mundial.

Para obter informações adicionais sobre a ODF Alliance vá para www.odfalliance.org.

Sobre a IBM
Para mais informações sobre a IBM, visite www.ibm.com/br.

Leave a Reply

Your email address will not be published.