Pedágios Sem Fim

Numa viagem de carro ida-e-volta São Paulo-São Carlos talvez gasta-se mais em pedágio do que em gasolina.

São 2 x 230km = 560km. E de pedágios R$23.8 na ida e R$27.6 na volta.

Ou seja, o usuário paga R$1 para cada 10.89 kilometros rodados nessas ótimas (porém caras) rodovias.

Tentei descobrir a média de carros na Bandeirantes e Washington Luiz e assim calcular mais ou menos a renda da AutoBAn e Centrovias (respectivas concecionárias dessas estradas), mas isso parece ser uma informação confidencial, pois nem o Google acha nada. Nem no site da ARTESP — agência que regula transortes em São Paulo.

A AutoBAn colocou no ar uma página de números das estradas, mas esqueceu o número mais importante: o de usuários que passam (e pagam) por ela.

km 70 da Rod. Bandeirantes, agoraEu calculo que mais ou menos 10 mil carros passam por dia em qualquer trecho de 11 kilometros. Isso dá uma renda de R$10 mil por dia, ou R$300 mil por mês, para fazer a manutenção desses 11 kilometros. Isso me parece muito dinheiro para um trecho tão pequeno.

Quando você pegar a bela Rodovia dos Bandeirantes entre São Paulo e Campinas, repare no enorme canteiro central entre as duas pistas. Nunca se perguntou o porquê de todo aquele gramado? Segundo um amigo, o jornal da época dizia que já que estavam abrindo terreno para a estrada, iriam também deixar espaço para um monotrilho de alta velocidade ligando as cidades. Assim, poderia-se morar numa cidade e ir rapidamente ao trabalho na outra.

Mas pelo jeito o Poder Executivo falhou na execução desse projeto.

Tanto que no recente pronlongamento da Bandeirantes, de Campinas a Corumbataí, já projetaram e construiram sem esse canteiro.

Se esse monotrilho existisse, cidadãos como eu talvez tivessem a opção de morar no interior e trabalhar em São Paulo, deixando o carro em casa, diminuindo tráfego e poluição na capital.

Mas o Poder Executivo não nos ajuda aqui.

7 thoughts on “Pedágios Sem Fim

  1. E nao bastasse isto, a partir de 1º de julho reajuste de ate 4,4% nos pedagios paulistas…pode??

  2. Se não houver outra via que ligue os dois pontos (partida/chegada) o valor será TAXA, e como tal não permite LUCRO do arrecadador, no máximo um saldo positivo na conta “arrecadação x despesa” suficiente para manutenção da estrada.

    Se houver via marginal costeira que possibilite fazer o mesmo trajeto, o valor cobrado será TARIFA, e esta sim permite lucro ao arrecadador, entretanto esta permissão legal não autoriza a desproporção que você demonstra (excesso) e pode (deve) ser questionada.

    Att,

    José Vitor Lopes e Silva

  3. Olá Avi, bom dia! Parabéns pelo seu trabalho!! precisamos de mais pessoas conscientes como vc para fazer nosso pais andar!!

    Gostaria de saber se existe um mapa das estradas em SP que não tem pedagio, ou seja, como faço para escapar dos pedagios. Estou em jundiai e tenho que ir para SP todos os dias, imagina o que eu gasto com pedágio!!!

    Agradeço sua atenção

    Abraços

    Daltro Junior

  4. Bom dia. Antes de mais nada, a “idéia” de pedágio no Brasil é distorcida. Em países da Europa, você tem como opção uma rodovia mais estruturada, com pedágio ou com alguns pedágios a mais. Mas como OPÇÃO, como rota alternativa. Aqui no Brasil, nitidamente, é fonte de arrecadação. É jogado no bolso do povo as contas da manutenção das estradas. E os impostos que pagamos? Mas essa M… começou graças ao risonho FHC, que iniciou essas malditas concessões. O que foi feito com a Castelo Branco, por exemplo, foi deprimente. Esta estrada (alguns vão lembrar), antes de ser vendida, nunca apresentou problemas de conservação. Já era boa. Simplesmente, após sua concessão, fizeram alguns enfeites e encheram de pedágios. Ou seja, não havia motivo para a sua venda. Mas lembrem-se: quando o povo quer, consegue. Nós temos que protestar. Onde isso vai parar? Novo aumento das tarifas, mais praças de pedágio… Até quando o brasileiro vai ser tratado deste jeito?

  5. PQP, cade o presidente desse pais que não tira a venda dos olhos, ou melhor que não para de viajar de avião com o nosso dinheiro, e olha para estes pedágios abusivos que nós temos no Estado de São Paulo, será que ele esta ficando mais rico com isso também,ou só não quer ver.Há quem sabe da próssima ves ele não carta o pescoso ao invéz do dedo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.