OOXML na ISO e os números que na verdade não existem

Li algumas coisas na Internet sobre o resultado final do BRM. Em alguns lugares encontrei números e interpretações das mais diversas sobre estes resultados. Como faço parte do comitê da ABNT que analisou o OOXML, resolvi conversar com o Jomar, que foi um dos delegados brasileiros em Genebra.

Ele me disse que não pode comentar nada sobre estes números e sobre o resultado, pois no último dia do BRM, a autoridade da ISO lá presente alertou a todos que nenhum número deveria deixar a sala de reuniões, pois sem conhecer os processos de decisão lá adotados, nenhum número ou estatística faz sentido.

Avisou ainda que qualquer divulgação ou utilização marketeira destes números é no mínimo irresponsável e segundo o entendimento dele uma
clara violação das regras estabelecidas (mas aliás… alguma regra foi seguinda neste processo todo ?).

Eu tentei insistir com o assunto (e olha que o cara é meu amigo), mas ele se recusou a me dar mais informações. Me pediu apenas para entrar em contato com quem divulgou as informações e pedir a ele os devidos esclarecimentos (incluíndo os critérios e regras de votação).

Como eu sou insistente mesmo, acabei arrancando pelo menos uma explicação metafórica dele:

“Se eu te disser que 85% da população mundial sobreviveu à II Guerra Mundial, você consegue concluir que esta guerra não foi tão ruim assim? Se não consegue é porquê conhece os detalhes do processo. Se consegue… vai ler os livros de história e estudar o processo e aproveite pois este episódio não teve uma “Lei do Silêncio” que obrigou todos os envolvidos a se calar. O BRM não vai ter “livro de história” para explicar a estatística.”.

Números são apenas números e marketing será sempre marketing (e o Jomar não abre a boca mesmo… que chato).

5 thoughts on “OOXML na ISO e os números que na verdade não existem

  1. E o que você entende dessa explicação metafórica?!?!?

    Lendo assim, parece que a coisa foi muito feia e que as perdas deixarão uma marca terrível no mundo pelas décadas que virão…

    a MS ganhou na porrada e estamos condenados à tranca nos produtos dela, embora tenhamos conseguido melhorar alguma coisa. É isso?

  2. ÓTIMO,JÁ QUE SÓ EXISTEM HOMENS CAFAJESTES,VAMOS TRAIR À VONTADE MULHERADA,PORQUE NENHUM DELES MERECE A NOSSA FIDELIDADE,INTELIGÊNCIA E BELEZA.
    VAMOS FINGIR QUE SOMOS SÓ DELES.E DEIXAR OS TROUXAS PENSAREM QUE SÃO DONOS DO MUNDO E DE TODAS A MULHERES DA FACE DA TERRA.
    RSRSRSRSRSRSRSRSRSRSRS

Leave a Reply

Your email address will not be published.