Para que afinal servem essas redes sociais online ?!

Matisse

… foi a pergunta que me fez hoje no almoço o Agostinho Villela, uma cara multicultural, multimídia e multilegal que trabalha comigo.

— Agostinho, tu não pode ver essas coisas como sites. Orkut, Facebook etc são como festas (© Avi Alkalay). — respondi na hora.

É fácil continuar pensando nisso: geralmente você se veste bem para ir a uma festa, se arruma de acordo com a ocasião, trabalha bem o seu perfil, inclui boas fotos, coleciona bons depoimentos etc.

O que muda é o que cada um faz numa festa. Alguns vão paquerar, outros só querem encontrar velhos amigos, ou fazer novos, ou só fazer contatos profissionais (caso do Linked In), outros ainda estão interessados em usar o poder de alcance da Web para achar interlocutores de assuntos raros. E muitos, como eu, fazem tudo isso.

Sou um dos primeiros usuários do Orkut no Brasil — entrei em fevereiro de 2004 — e posso dizer com toda propriedade que isso mudou a minha vida. Apesar de não ser mais um freqüentador tão assíduo.

Não que eu adore o Orkut. Tecnicamente acho o Facebook, por exemplo, bastante superior. Mas creio que qualquer um declinaria um convite a uma festa cheia de pirotecnias e luzes bonitas ao preferir estar em outra mais simples, onde se pode desfrutar da companhia de seus amigos e o poder de suas respectivas conexões.

Mas a festa evoluiu. Ela tem uma espécie de onisciência e onipresença. Ao alcance de um clique, pode-se saber mais sobre o autor de um comentário interessante: é a onisciência. E pode-se participar de várias conversas simultaneamente: é a onipresença.

Nunca canso de citar Doc Searls e David Weinberger em seu artigo Mundo de Pontas (“World of Ends”). Dizem que a Internet é uma grande esfera oca com a superfície formada por pontas interconectadas. Bem, nós somos as pontas e ela é oca porque não há nada no meio que limite a nossa interação.

De todos os nossos selves, o mais novo é o Digital Self (© Avi Alkalay ?). Acredito que esse conceito vai se consolidar e em breve cada indivíduo terá uma URL (um permalink) onde se encontra seu OpenID, parte pública de sua assinatura digital, perfil, interesses, blogs etc. Algo como os perfis dos Orkuts, Facebooks etc, só que consolidados em um só lugar.

Existem mil e uma maneiras de ir a uma festa. Orkuts, forums, Google Talks, SecondLifes, blogs, planets etc. Invente a sua.

3 thoughts on “Para que afinal servem essas redes sociais online ?!

  1. Grande Avi, Bom dia!

    Boa pergunta essa sua e do seu amigo. Vou deixar minhas contribuições e reflexões por aqui….

    Orkut:

    – Através dele encontrei amigos de infância, de todas as minhas escolas e das empresas que trabalhei. Alguns re-encontros foram únicos porém dei boas gargalhas das lembranças e das traquinagens que fazíamos. Outros se reciclaram e mesmo através dele ou do MSN e até mesmo do velho e antigo jeito – encontro pessoal – estão mantidos até hoje.

    – Através dele aprendi bastante com pessoas que estão sofrendo como eu com a doença da minha Mãe que está com um tumor chamado Glioblastoma Multiforme e também, através dele tive consolo dos amigos e dicas de tratamento, etc

    – Através dele acompanho as viagens doa amigos que enchem de fotos suas paginas.

    – Através dele dou e recebo Parabéns pelos aniversários.

    – Através dele entro em Comunidade que nunca participo, mas entro para expressar um gosto ou interesse pelo tema.

    – Através vou encontrar pessoas que ainda nao encontrei e tambem serei encontrado.

    Linkedin e Plaxo:

    – Ambas cumprem muito bem a missão de nos ajudar no nosso relacionamento de trabalho, enfim, nosso network profissional.

    – Por elas ficamos sabendo as promoções dos colegas, das trocas de empresas, dos seus dados de contato, etc

    As demais eu me inscrevi mas pouco uso!

    Trago para essa sua pergunta, uma equação bem superficial:

    24:00 – 8:00 (sono) – 3 (engarrafamento) – 10 (trabalhando) – 3 (estudando)…..pronto…só com esses 4 compromissos chegamos nas 24, fica agora a criatividade de cada um para buscar espaço para sexo, filhos, alimentação, ginástica, leitura, meditação, futebol e….
    alguns minutos nos sites de relacionamento que ajudam e são necessários desde sejam usados de forma equilibrada e SEGURA.

    Abraços

Leave a Reply

Your email address will not be published.