Paranormalidade Observada por Médicos

Uma pessoa muito próxima e querida passou 3 semanas na UTI que culminaram em seu falecimento. Em seus últimos dias ela relatava que sua mãe — morta a muitos anos — vinha lhe visitar com freqüência.

Na última visita que lhe fizemos era evidente que tudo aconteceria nas próximas horas e o Dr. Carlos, veterano de UTI, veio dar umas palavras de consolo. Contamos sobre as “visitas” da mãe dela. Dr. Carlos explicou:

— Ah sim, olha, eu não acredito em espíritos perambulando nem nada disso mas nos nossos anos de UTI, a gente observa que paciente que vê parente morto é porque vai morrer também logo em seguida. Acontece até de vermos pacientes que estão próximo de terem alta, se vêem parentes mortos, nem dá tempo de dar a alta.

Visões na UTI são comuns e podem ser causadas por alguns fatores:

  1. Dificuldade em dormir longa e continuamente por causa de interrupções constantes para exames.
  2. Perda da noção de dia e noite pois sempre há luz, e o stress que isso causa.
  3. Químicos, remédios e toxinas que não saem do corpo e que podem causar alucinações.

Mas o mais interessante foi a observação do meu cunhado, psicólogo, e que também é meio cético:

— Engraçado que as visões nunca são de monstros de geléia, bruxas com verrugas cabeludas nem nada randômico. E sim sempre de parentes mortos vindo visitar.

Talvez a lista devesse receber o seguinte fator novo:

  1. Pessoas prestes a morrer recebem “visitas” de entes queridos que já se foram, para ajudar na transição para outros mundos.

Termino então com uma pergunta: Existe vida após a morte? Você pode provar que existe? Você pode provar que não existe?

Cuidado com a sua argumentação sobre este assunto para não cair facilmente na armadilha de sua ignorância.

25 comments on “Paranormalidade Observada por Médicos

  • Lamento pela perda!

    Detalhe, acho que vc perguntou da forma errada!
    Existem fadas? Você pode provar que existe? Você pode provar que não existe?

    Mas é isso aí, bola para frente e força sempre!

    Reply
  • Thiago says:

    Creio que sim, mas você não pode esperar que se prove por capricho.
    O que eu quero dizer é, o pessoal do lado de lá tem suas obrigações, trabalho, etc. Eles tem mais o que fazer do que ficar aqui provando que existe ou não existe alguma coisa, daí realmente não adianta pedir, mas se você fizer uma procura rápida, podendo ser na doutrina espírita, por exemplo, verá mais indícios da existência de vida após a morte do que da não existência dela e muita informação de como se manifesta, etc.
    Não falei do capricho dizendo que seria o que você procura, mas sim prevendo comentários posteriores.
    Qualquer informação, sinta-se a vontade para me contatar, e sinta-se feliz pois a jornada do seu amigo terminou e ele está em uma nova fase.

    []’s!

    Reply
  • Thiago says:

    Dois casos que me contaram (quem me contou ouviu diretamente do médico que presenciou)

    1:

    (Paciente) “Doutor, as 16h00 vou morrer, doutor”
    (Médico) “Mas que é isso, você tá bem, acabei de te examinar, etc”

    Dá 16h o paciente passa dessa pra melhor, just like that.

    2:

    Equipe está conversando com o paciente na cama
    (Paciente) “Olha, é a mulher de preto, tira ela de perto de mim!!!”
    (Paciente começa a ter um ataque cardíaco, etc e tal, médicos começam procedimentos de emrgência, etc)
    (Paciente melhora)
    (Paciente) “Aah agora tá beleza doutor, eu falei com a mulher de preto ela foi embora”

    Minha opinião: As pessoas tem um jeito de saber quando vão morrer (ou melhor, quando elas vão ‘desistir’) e enfim, talvez dêem um jeito de colocar esse sentimento em algo paupável.

    (Obs, não sou o Thiago do outro comentário)

    Reply
  • Marco Aurelio says:

    Interessante reflexão.

    Sobre visões, há dois ensaios As portas da percepção e o céu e o inferno do autor de admirável mundo novo.

    Sobre a questão de haver vida ou não, isso é meio lógico, e só comparar algumas filosofias (socrates, schopenhauer, krisna ) ou civilizações ( Grega, Egipicia ) ou qualquer outra linhagem que fuja do judaísmo clássico.

    Há um tendência no Espiritismo guiado pela física quântica que pode lhe expor mais fatos.

    Reply
  • Aldous Huxley says:

    Vai ver a morte é que nem a maçonaria. O sujeito só entra se for convidado e depois que entra não pode contar pra ninguém como é lá dentro! 😀

    Reply
  • Foi assim com meu avô 🙂

    Ele sempre via irmãos dele que já tinham partido, e por vezes conversavam com eles.

    Bem, para quem é Kardecista, isso tem uma explicação. Para que não é “isto é una charlatanisse” ( Padre Quevedo ).

    Para quem tem curiosidade de saber, como é essa passagem na visão espírita, eu recomendo um romance espírita chamado “Violetas na Janela”, leitura bem agradável.

    Abraços, e espero que gostem da sugestão do livro.

    Reply
  • langriss says:

    Não é possível provar que algo não existe, o ônus da prova é sempre da parte afirmativa. Havendo inúmeras explicações simples que podem ser válidas, não me parece razoável uma explicação que envolva entidades sobrenaturais – como Carl Sagan teria dito um dia, “extraordinary claims require extraordinary proof”.

    Reply
  • Marco e Boiko, excelente o seu ponteiro para Argumentum ad ignorantiam na Wikipedia !!

    Cabe perfeitamente neste caso.

    Reply
  • Minha avó na UTI teve visões de traficantes perseguindo médicos e enfermeiras – nenhum parente morto. Minha conclusão é que ela assiste programas tipo “Cidade Alerta” demais. BTW ela está vivinha e vai fazer 91 anos. Mas, fica bem aí.

    Reply
  • obelix says:

    Olha parece um absurdo acreditar em qualquer coisa que não esteja neste plano mas sinceramente vejoe não me aborrece mais e tenho que saber realmente oque esta acontecendo talves pra poder ajudar.Esistem coisa perigosissima que se deve ter medo como terrorismo e outras males contra a segurança de todos que o outró plano é fixinha.

    Reply
  • obelix says:

    Vocês que disem que querem provas estão dispostos a ver o sobre natural,dica abra sua mente e queira ver de verdade e aceite sua concentração e abra sua visão espiritual depois seja forte consigo mesmo pois vai ver oque você quer se te traser felicidade parabens caso contrario seja forte.

    Reply
  • jean carlos souza says:

    acredito que precisamos acreditar que existe,porque se não acreditarmos è engra;cado mais acho que morreriamos antes da hora e talves nos decepicionariàmos ao constatar que existe , como poderiamos explicar visões de coisas que ainda vão acontecer e vemos antes que aconteça,è encrìvel,se houver equilibrio espiritual,o homen seria capàs de faser coisas enèsplicàveis cientificament’.precisamos mesmo è estar en òrbita con o criador

    Reply
  • rodrigo gomes says:

    …em breve todos nós saberemos, muitos ao morrerem mas muitos surpreendentemente antes disso.

    Reply
  • eu creio que tenha vida apos morte como tambem reencarnação,cada coisa no seu tempo , tambem certeza so apos minha ida para outras dimenções,que se for possivel alguem me esperando para ajudar o meu encaminhameto, ate onde tenha que ir,

    Reply
  • Acredito que haja algo, o meu sogro esteve em fase terminal de cancro numa clinica, e por fim, perguntava quem era a senhora que estava perto dele na cama, que lhe atirava algo para cima dele…antes de falecer deixou num papel escrito 5 numeros para serem jogados em jogo de azar…ja estou farta de os jogar e nada…será apenas coincidencia, ou ele deixou esses numeros com algum proposito?
    Mais, ele escreveu-os numa altura critica, onde nao se conseguia mexer, mas la pegou num papel caneta escreveu-os e disse que era para jogar…ainda os tenho, e vou continuar a joga-los, pode ser!

    Reply
  • Bem a reposta está neste gráfico, medite na sequência dos números: 0+1+2++3+4+5+6+7+8+9 0-9-8-7-6-5-4-3-2-1-0

    o zero é de onde viemos os os numeros são nossas possívéis idades, formam uma escada que vai até o pico e decai, então, quando nascemos como era la dentro da barriga, não lembramos por não saber interpretar a linguagem humana, mas agente nasce careca, sem dentes , sem saber andar, a visão não é muito boa, não entende nada, faz cocô nas calsas e na velhice não é muito diferente parece que caminhamos para regressão.Deus nos mantenha
    sempre…

    Reply
  • nem penso nisso… deixo pra depois da morte,,, antes eu quero é viver e gozar a vida… azar de quem é fraco e se agarra no invisivel, no intocavel. acho q religiao foi criado p/ exprorar os tolos de cerebros pobres e q deus foi criado p´ra expricar o inespricavel… a vida,,,

    Reply
  • Tudo depende de vc crer ou não…a vida da indicios de continuidade, em toda renovação e transformação da matéria.De um atomo surge imensas constelações. È inegavel a existencia de um organismo vivo gerando a Vida em todo universo. É inegavel que tudo passa por um processo de transformação , como as sementes ,o dia e a noite, a evolução por toda parte, visivel na natureza. Estudos cientificos através da fisica quântica tem trago questionamentos e reflexões sobre a vida após a morte….Energia é o que somos ….e essa numca acaba …permanece!

    Reply
  • Eu tinha 11 anos e cuidava de meu irmão casula, lidava a mamadeira tinha a sala que era de frente com o cozinha um vão só, eu estava com a TV ligada e meu irmão no colo quando levantei a vista para pólo na rede que estava na minha frete, foi ai que vi ele o ela estava olhando para min. Ficou 1 minuto ou menos não tinha um relógio por perto; mais para min foi um logo tempo, estava todo de branco não tinha roto só branco como leite e si virou e entro no quarto que estava ao lado eu estava com medo, não sabia o que era mais tinha que ver se não era uma pessoa que estive se entrado na minha casa; fui olha no quarto e não vi mais nada na que dia. Esta foi a primeira ver que vi um espírito dês de então tenho visto muito mais ater um que era o oposto ele era todo de preto e tinha um fedor que dava para vomitar já senti o cheiro de rosas que era uma maravilha.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>