Inclusão Digital

Já posso desencarnar feliz porque tenho um blog popular.

Meu post sobre Aquecimento Global é o campeão de audiência com 246 comentários neste exato momento, mas se você for verificar agora, o número já deve ter crescido. Até o final do ano deve facilmente chegar a 400 comentários.

Escrito numa noite mal dormida, de pesadelos, após ter assistido o filme do Al Gore, nunca tinha imaginado que seria tão visitado, e nem por esse tipo de público: a maioria são estudantes fazendo trabalho para a escola.

Uma conhecida que corrige redações de vestibular me disse uma vez que o nível dos textos é muito baixo. Confesso que achei que ela estava exagerando e sendo pessimista demais, mas minha opinião mudou depois do meu post popular.

Veja alguns comentários ali:

E a lista não pára…

A inclusão digital está acontecendo mais rápido do que qualquer outra inclusão.

Aproveitando, meus outros posts populares são o de download de música, o do Google Maps para WordPress, e o do tema do meu blog.

11 comments on “Inclusão Digital

  • Dalton says:

    Concordo plenamente, inclusive indico essa piada que dizem ser verídica:

    http://photos1.blogger.com/blogger/643/343/1600/biologia.1.jpg

    Pra começar, não é nem “Greyscow”, mas Greyskull (caveira cinzenta).

    E, ademais, antes de criticar alguém pelo nível da escrita, é bom se certificar de que você mesmo não esteja cometendo algum erro crasso ortográfico até, embora seja secundário em relação ao conteúdo.

    Veja alguns comentários alí:

    Ali” é uma oxítona. Não levam acento gráfico as oxítonas terminadas em “i”, mas apenas aquelas terminadas em “a”, “e”, “o”, “em”, seguidas ou não de “s” (oxítona com terminação “ens” leva acento gráfico, como em “parabéns”). “Alguém” é uma oxítona terminada em “em” que deveria conter acento gráfico.

    Tosco” também não possui acento gráfico, pois se trata de paroxítona terminada em “o”.

    Ou seja, a idéia de que a comunicação pela Internet possa ser feita de qualquer maneira acabou influenciando vossa pessoa ao deixar de utilizar algo que faz parte da língua portuguesa escrita, a acentuação gráfica.

    As regras de acentuação gráfica podem ser vistas, por exemplo, em:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Acentua%C3%A7%C3%A3o_gr%C3%A1fica

    Reply
  • Dalton says:

    Ainda acabei notando mais uma falha: em “E a lista não para…”, “para” também omitiu o acento agudo para diferenciar o verbo parar na terceira pessoa do singular do presente do indicativo (“pára”) da preposição “para”.

    Apesar de minha intenção seja ensinar, perdoe-me por tanto rigor, pois admito que seja uma chatice.

    []s

    Reply
  • Hahaha. Esse “vamos todos morrer então ?” da Carolina foi ótimo. Me parece que alguém passou o link do seu post pra algum grupo evangélico dar uma olhada e o pessoal acabou curtindo a idéia…

    Reply
  • Ei Ei !!

    Só porque divulguei o link do post, rolou uma acesso maior de gente que tem mais opinião sobre o assunto, e que comenta em bom português !

    Obrigado !

    Reply
  • Barbara Barros says:

    ha!!os comentários não estão esteriotipados como se convém, pq esse assunto-aquecimento Global- é um “desabafo” de todos nós!!!!!!!!
    se alguém for avaliar toda a morfologia e estética do texto, o conveniente seria então informar os internautas sobre devida informação.

    um abraço para o(s) organizador(es)deste site!!!!!!

    Reply
  • Um cidadão disse:

    “Bom!eu irei partissipar torneio de redação sobre o tema pesquisado,eu acho muito interesante!!!”

    Daí é possível imaginar o nível do tal torneio…

    Reply
  • ola sou jefferson gostaria de ajudar com um comentario, eu acho que todas as fabricas tinham que ter filtros nas chamines e os carros tinham que ser ou a gás natural ou eletrico ou o minimo teveria que ter uma lei falando que deveria trocar catalizador todo ano.vamos parar e pensar em gente é nossa vida em risco..

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>