Refugiados Afegãos no Brasil

Eu acho lindo e muito emocionante o Brasil receber esses refugiados. A reportagem fala de 150 que foram levados a Praia Grande e mais de 7000 no total.

São pessoas que vêm de um país destroçado, passaram o diabo, e o Brasil deve lhes parecer um paraíso de abundâncias com plenas condições de lhes acolher. E somos.

A prefeita de Praia Grande, numa atitude que me é incompreensível, tentou barrá-los, até que Flávio Dino, esse gigante humano com a cabeça e coração no lugar, interveio em favor dos refugiados. Estão alocados nas instalações de uma colônia de férias para finalmente receberem dignidade, comida e tratamento médico.

Tal solidariedade é uma obrigação nossa como nação-membro de uma comunidade planetária.

Também no Facebook.

Inelegibilidade

Essa inelegibilidade aí é como dar amendoim a quem precisa de uma feijoada completa.

Eu quero é julgamento justo e punição por todos os crimes cometidos contra a humanidade, contra a floresta, contra a educação, contra a saúde pública, contra a economia. Punição pelos crimes contra a inteligência das pessoas.

Eu quero é cassação dos direitos políticos, para que o energúmeno não apareça no santinho de nenhum outro projeto de político boçal, para que sumam suas redes sociais cheias de ódio, desinformação e intrigas idiotas. Para que se enterre de vez esse sobrenome maldito.

Também no meu Facebook.

Juros e empréstimos bancários

Investidor que empresta dinheiro para o banco via CDBs tem retorno, hoje em dia no Brasil, de uns 13% ao ano, 1% ao mês. R$100 emprestado ao banco são retornados como uns R$113 depois de 1 ano. Menos imposto de renda, claro.

Read More

Investidor que empresta dinheiro para o banco via CDBs tem retorno, hoje em dia no Brasil, de uns 13% ao ano, 1% ao mês. R$100 emprestado ao banco são retornados como uns R$113 depois de 1 ano. Menos imposto de renda, claro.

Read More

Café com Experiência

Me fizeram ir a um lugar famoso que vende “experiência” de café.

Muita frescura, muito caro, muito plástico.

O frappuccino de mais de R$20, artificialmente saborizado, vem num suntuoso copão de plástico, com tampa esférica enorme de plástico, mas com um canudo de papelão. Não entendi o sentido disso, talvez prá ver se cola pagarem uma de sustentáveis.

Enquanto houver gente pagando caro por porcarias industrializadas entregues em plástico para ser ágil, enquanto a base econômica da nossa sociedade forem máquinas de fazer lucro chamadas de “empresas”, podemos esquecer qualquer iniciativa séria e perene de sustentabilidade ou mera preocupação com o meio ambiente. É tudo prá inglês ver.

O pingado do bar, de R$3 em copo NF, continua fazendo mais sentido. Mas fica faltando a experiheeeeeeeeeiiiiincia……..

Story of the first digital computers

The story of the first digital computers, since a phenomenon observed in Edison’s light bulb, through 2 bit logic operations, through triodes and vacuum tubes, up to the ENIAC, capable of doing astonishing 500 math operations per second, and running without failure for a maximum of 116 hours.

As a matter of comparison, your smartphone can do almost one trillion math operations per second with just a tiny fraction of the required energy. Your smartphone is 2 billion times faster than the first, commercial large and expensive digital computers of the 1940’s.

Veritasium nailed it again.

Also on my LinkedIn.

Chatbots de auto-atendimento 🥱

O dilema dos chatbots que empresas disponibilizam em seus canais de atendimento é que eles são só mais uma UI (user interface). Como é o app. Como é o site da empresa.

Se o usuário não encontrou a função que precisa no site ou no app, também não vai encontrar no chatbot 100% das vezes que procurar.

O desafio dos chatbots continua sendo integração dos sistemas por trás, que é o maior desafio de qualquer empresa que quer se informatizar, desde quando o computador entrou no mundo corporativo.

Então se sua última tentativa para resolver um problema é entrar no chat ou ligar no call center da empresa, pode já ir direto pedindo prá falar com ser humano. Pois estes nunca falham.

LinkedIn e Facebook.

Estação de Rádio a partir de uma Música

Todas as plataformas de música têm uma função incrível que cria uma estação de rádio a partir de uma música. Aí comecei com «The Captain of Her Heart», da banda suíça Double, e o que se seguiu foi um pé na jaca das coisas mais melecadas e saudosas dos anos 80. Já salvei a playlist como “Cheesy 80s”.

Não preciso nem dizer que é prá você experimentar também a função com a música que mais estiver a fim de ouvir no momento.

A alegria do menino da favela

Este texto de Pedro Doria é a análise mais bacana que vi sobre a polêmica dos portais estrangeiros que burlam imposto sobre importação, fazendo a alegria da classe média baixa e o desgosto da indústria nacional.

“[…] revelam ao brasileiro médio algo que ele em geral não percebe. O Brasil é um país muito caro. O brasileiro paga mais que o europeu ou o americano por seu celular, por seu computador, por seu tênis, por sua camiseta… É mais pobre e, no entanto, paga mais.”

Também no meu Facebook.

LinkedIn Inferences About You

Export all your LinkedIn data (on computer, select Me ➔ Settings & Privacy ➔ Data Privacy ➔ Get a copy of your data ➔ Larger data archive) and then check the Inferences_about_you.csv file.

As the file name says, it is how LinkedIn AI models see you. Do you have career stability? Are you in the early stages of your career? Are you a people or senior leader? Business owner?

These classifications are certainly used by recruiters to search for people. And you should use it to check if there are things you must change in your profile.

UPDATE: LinkedIn apparently isn’t providing this information anymore. It was being provided until a few days before my post.

Also on my LinkedIn.

Data Scientists should develop their software engineering skills

Yes, Data Scientists should develop their software engineering skills. Let me react to a LinkedIn post by Neil Leiser.

But Data Scientists can’t do it alone, or by themselves. Read on.

I see that software engineering, IT architecture is a touchy subject amongst even the best data scientists, usually because they came from other knowledge domains as economy, statistics, pure math, physics, biology etc. This is a normal evolution. Data Science demands a wide broad skill set, sometimes too wide and too broad. Data Scientists need to handle Docker and HTTP APIs along with outliers, RMSE, ROC curves and Gaussian distributions. Go figure…

ML engineers — usually folks that have more software engineering background — should help here.

But the most important thing ➔ it is the mission of the CDO, tech lead or CTO with strategic vision to clearly detect these gaps and design a roadmap to handle them, not just with conventional training but also encouraging mixed squads whose members will exchange skills and knowledge, leveraging multi-disciplinar environments where everybody grows together.

Related posts:

Also on my LinkedIn.

Melhorias para o Pix do BaCen

O Banco Central do Brasil acertou em cheio com o Pix, inovação bancária digna de ser copiada por qualquer BC do mundo. Mas ainda acho o Pix bem burocrático de ser usado. Vejo que ele é um sucesso porque era algo muitíssimo desejado, não por ter boa usabilidade nem por promover boas práticas. Minha veia de designer de aplicações não pode deixar de sugerir algumas melhorias que poderiam ser feitas numa próxima revisão, especialmente em relação a usabilidade.

Read More

GPT me

This is what GPT “knows” about me. More precisely, this is the sequence of words GPT generates when asked with that specific prompt.

First paragraph is 100% correct.

Second is kind of 50% (in)correct and outdated. I do Fedora, not Debian nor Ubuntu, I’ve contributed to several FOSS projects, but never to Apache HTTPD, and I did work for IBM, but never to Red Hat.

Third paragraph he completely confused me with one of my relatives that have same last name but different first name.

Also, I think GPT would have a different perspective about me if blog posts in social media, such as Facebook, would be part of its training dataset. But it can’t because Meta won’t allow open access to their platform even if I post openly there.

Also on my LinkedIn.